João Azevedo
Maria Gabriella Castellano
Daniel Oliveira
António Costa
Alberto Dusi
Elena Manzoni
Ricardo Vetturini
Dina D'Ayala
Luís Guerreiro
Aníbal Costa
TiACSgPn
3º Seminário de Verão da SPES

Os Seminários de Verão da SPES são uma iniciativa conjunta da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica (SPES), do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e da empresa PRETENSA, visando a divulgação de temas na área da Engenharia Sísmica.

LNEC - Auditório Principal - 22 e 23 de Outubro 2018

Este evento conta com o apoio da Ordem dos Engenheiros 

 

 

Neste 3º Seminário serão abordados dois temas relevantes para o edificado existente em Portugal: O que pode ser feito para reduzir a vulnerabilidade sísmica dos edifícios em alvenaria bem como do património histórico edificado e como reforçar os edifícios em betão armado existentes em Portugal através de dispositivos de dissipação de energia.

 

O primeiro dia será dedicado ao reforço e mitigação dos efeitos de sismos em edifícios históricos e em alvenaria. Será feita uma abordagem eminentemente prática com apresentação de casos em Portugal, Itália e outras partes do mundo.  Além de soluções convencionais analisar-se-ão aplicações de isolamento de base em edifícios históricos em Itália.

 

O segundo dia será dedicado ao reforço do edificado existente em betão armado com recurso a dispositivos dissipadores de energia. Apresentar-se-á um panorama do edificado com estas características em Portugal e das suas vulnerabilidades. Abordar-se-á o uso de técnicas convencionais, bem como a utilização de dispositivos de dissipação de energia para a redução da sua vulnerabilidade sísmica.

 

fH8E3MNl
Inscrições

O valor da inscrição é 25,00€ e contempla a participação em ambos os dias do seminário, bem como o cofee-break servido no intervalo das sessões e a documentação referente ao evento.

A inscrição será validada após o recebimento do valor que deverá ser transferido para a conta bancária da SPES (PT050 001800000392158800112). Serão emitidos certificados de particição a todos os participantes.

A inscrição pode ser feita online, através do link https://goo.gl/forms/LF9v6j2NiU62QH443

YmdR6zbf
Entidade Promotoras

A Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica, SPES, foi criada em 1973 com o apoio do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, LNEC, e do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, na continuidade do Grupo Português de Engenharia Sísmica que já cumpria, embora informalmente, os objectivos estatutários da SPES que a seguir se referem.  

A SPES, é uma associação de carácter cultural e científico de pessoas individuais e colectivas, com os seguintes objectivos:

 a) Fomentar, em Portugal, o desenvolvimento da Engenharia Sísmica, Sismologia e Prevenção e Defesa contra os Sismos, promovendo a divulgação da informação, o intercâmbio científico e técnico entre os seus associados e a organização de reuniões, colóquios e conferências ou outras iniciativas de carácter análogo. 

 b) Assegurar a representação Portuguesa nas Associações Europeia e Internacional de Engenharia Sísmica (EAEE e IAEE).

 

LNEC – O Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) é um instituto público de ciência ete tecnologia (C&T), com o estatuto de Laboratório do Estado, que desenvolve investigação em todos os domínios da Engenharia Civil, o que lhe Confere uma perspectiva única e multidisciplinar.

No Seu campo, o LNEC constitui um património nacional que tem orientado a sua atuação para valores direccionados para o serviço público, incorporados numa cultura que faz apelo a elevados padrões de ética, isenção e idoneidade. O investimento contínuo na inovação, na melhoria e na difusão do Conhecimento tem permitido responder adequadamente à constante evolução da Ciência e Tecnologia

Criado em 1946 com uma vocação internacional, a sua reputação desde logo ultrapassou fronteiras eo LNEC tem desenvolvido a sua atividade em todos os continentes continuando, como há mais de seis décadas a prestigiar o nome de Portugal

 

 

Pretensa – É uma empresa com especial enfase na proteção sísmica e uma filosofia baseada na capacidade de oferecer soluções globais. A Pretensa alavanca o seu know-how a parcerias estratégicas com fornecedores de topo a nível mundial sendo capaz de apresentar todo o tipo de soluções no reforço e proteção sísmica para todo o tipo de estruturas. Através de parceiros como a FIP-Industriale empresa de referência a nível mundial com soluções de isolamento e proteção sísmica por todo o mundo, ou como a CINTEC empresa com um historial único na proteção e reforço de edifícios históricos emblemáticos a  nível mundial. Somos também representantes da TecnoK Giunti uma empresa inovadora em soluções de juntas sísmicas para edifícios dotados de Isolamento Sísmico de Base

ylGpEbTv
22 de Outubro 2018 - Reforço de edifícios Históricos e em Alvenaria

SEMINÁRIOS DE VERÃO DA SPES
3º Seminário - Reforço Sísmico de Edifícios Históricos em Alvenaria
Entidades Organizadoras
SPES, LNEC e PRETENSA
Local – LNEC
Auditório Principal

9h - 9h30 – Inscrição

9h30 – 10h00 – Sessão de Abertura

10h00 - 11h30 – Casos Práticos de intervenção em construções históricas em Portugal– Aníbal Costa (Universidade de Aveiro)

11h30 - 11h45 - Coffee break

11h45 – 13h00 – Metodologias de Reforço Convencionais, tradicionais e com dispositivos dissipadores para Edifìcios Históricos  – Dina D’Ayala (University College, London University)

13:00 - 14:00 - Intervalo para Almoço

14h00 - 15h15 – Casos Práticos de intervenção em construções históricas em Itália - Elena Manzoni (Numéria, Italy)

15h15 -16h15 – Técnicas de reforço a usar em Edifícios Históricos – Daniel Oliveira (Minho University)

16h15 - 16h30 - Coffee break

16h30 - 18h00 – Casos Práticos de isolamento de base em edifícios históricos e em alvenaria em Itália– Riccardo Vetturini (Ingenium Srl, Italy) 

VJn1tMjN
23 de Outubro 2018 - Reforço de Edifícios Existente com Dispositivos dissipadores de Energia

SEMINÁRIOS DE VERÃO DA SPES
3º Seminário - Reforço Sísmico de edifícios Existente em Betão Armado com Dispositivos Dissipadores de Energia
Entidades Organizadoras
SPES, LNEC e PRETENSA
Local – LNEC
Auditório Principal

09h00 - 10h00 – Vulnerabilidade Sísmica dos edifícios em betão armado em Portugal– João Azevedo (IST)

10h00 - 11h15 – Técnicas convencionais para o reforço Sísmico de edifícios existentes - António Costa (IST – A2P)

11h15 - 11h30 – Coffee break

11h30 - 12h30 – Dispositivos dissipadores de Energia; Amortecedores viscosos, dissipadores histeréticos  - M. Gabriella Castellano (FIP MEC, Italy)

12:30 - 14:00 - Intervalo para Almoço

14h00 - 14h45 – Modelação de Amortecedores Viscosos e Dissipadores Histeréticos em Aço - Luís Guerreiro (IST)

14h45 -16h00 Exemplos de aplicações de dispositivos dissipadores em edifícios existentes - M. Gabriella Castellano (FIP MEC, Italy)

16h00 - 16h15 - Coffee break

16h15 - 18h00 – Projeto de Reforço Sísmico com dispositivos dissipadores de energia - Alberto Dusi (Numéria, Italy

wZy7qiLx
Contactos

Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica

Alexandra Carvalho - Secretária SPES - +351.218443291 -  spes@lnec.pt

 

Inscrições e outras questões

Paulo Pimenta - +351918918036 - p.pimenta@pretensa.com.pt

4cq3EXw5
João Azevedo

Professor Catedrático do Instituto Superior Técnico.
Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico, em 1976; Doutor em Engenharia Civil pela Universidade de Stanford, em 1984. 
Presidente da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica (SPES).
Membro da Ordem do Engenheiros, Especialista em Estruturas.

Membro da Academia de Engenharia

 

Autor de diversas publicações e orientador de dissertações na área do comportamento sísmico de estruturas, com ênfase na modelação do comportamento estrutural e avaliação da vulnerabilidade.
Como consultor, efetuou análises do comportamento de estruturas de edifícios e pontes face à ação sísmica.
Tem participado em diversos projetos de investigação e desenvolvimento nas áreas da reabilitação de estruturas face à ação sísmica, quer através de métodos convencionais quer com recurso a sistemas de isolamento de base e de dissipação de energia.

 

GOgCsXPJ
Maria Gabriella Castellano

 

Licenciatura em Engenharia Civil pela Universidade de Ancona, Itália 1991
Douroramento em Engenharia Estrutural pela Universidade de Florença, Itália1996 com uma tese sobre Modelos Não Lineares para Isoladores Elastoméricos

Funcionária da FIP Industriale desde 1996 no departamento de investigação e Desenvolvimento. Atualmente coordena todos os programas de pesquisa e desenvolvimento a nível interno e de cooperação. Principais áreas de qualificação: controle estrutural através de isolamento sísmico e dissipação de energia passivamente de estruturas novas e existente, desenvolvimento de dispositivos antissísmicos e coordenação de programas de pesquisa.
Desde 1996 esteve envolvida em projetos de pesquisa em cooperação com outras organizações e co-financiados pela Comissão Europeia, com o objectivo de desenvolver dispositivos sísmicos inovadores para diversos tipos de estruturas, desde naves industriais, complexos petroquímicos, centrais nucleares a  edifícios monumentais. Entre estes projectos por exemplo estão o SILER, INDEPTH, REEDS, ISTECH, etc.
Autora ou co-autora de mais de 70 publicações científicas com especial focus na resposta estrutural dinâmica e técnicas de proteção sísmica inovadoras tais como Isolamento de base e dissipação passiva de energia.
Participou em dois Grupos de Trabalho do CEN (Comité Europeu para a Normalização) –Comité Técnico nº 340, responsável pelo desenvolvimento das Normas Europeias sobre Dispositivos Anti-Sísmicos (EN15129). Também faz parte da direção do Grupo Italiano de Isolamento de Base (GLIS – Gruppo di Lavoro Isolamento Sismico) e da secção italiana do ASSISi (Sociedade Internacional de Sistemas Anti-Sísmicos)

 

BXm7tCpO
Daniel Oliveira


Professor Associado do Departamento de Engenharia Civil da Universidade do Minho.

Licenciado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1993);

Mestre em Estruturas de Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (1996);

Doutor em Engenharia Civil pela Universidade do Minho (2003).

Membro da Direcção da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica;

Membro da Ordem do Engenheiros

.

Desenvolve investigação científica sobre análise experimental e numérica de estruturas de alvenaria tradicionais, engenharia sísmica, reforço de estruturas de alvenaria construção em terra, análise do risco e durabilidade.

Supervisionou dezenas de alunos de Doutoramento e Mestrado, de universidades Portuguesas e estrangeiras, sendo autor de cerca de 300 publicações técnico-científicas nacionais e internacionais no domínio da alvenaria.

É coordenador-adjunto do Mestrado Internacional em Análise Estrutural de Monumentos e Construções Históricas (SAHC), coordenado pela Universidade do Minho.
 

SDWNbjR5
António Costa

Professor Auxiliar no Instituto Superior Técnico, Universidade de Lisboa

Sócio Gerente e Chefe de Projecto do A2p Consult

Licenciatura em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico (1982) 

Mestrado em Engenharia de Estruturas pelo Instituto Superior Técnico (1988) 

Doutoramento em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico (1997)


Especialista em Estruturas de Betão no domínio do projecto de obras novas, durabilidade e reabilitação de obras existentes. Autor de diversas publicações em revistas e congressos nacionais e internacionais na área da durabilidade e reabilitação de estruturas.

Fez parte de 13 comissões técnicas e científicas a nível nacional e internacional. Foi orientador de diversas teses a nível de mestrado e doutoramento. 

Como projectista foi autor de inúmeros projectos de edifícios, pontes e viadutos, bem como diversos trabalhos de reabilitação.

TZc6t4rd
Alberto Dusi

 

Engenheiro Estrutural formado em 1988 pela universidade de Pavia Itália
Principais áreas de especialidade, Engenharia Sísmica, Projetos Sísmicos e Retrofit de estruturas,  Controle Estrutural (Isolamento Sísmico, Dissipação de Energia, etc..), Gestão de Risco Sísmico e planeamento de Emergência

Após a conclusão da Licenciatura trabalhou como investigador no campo da proteção sísmica de estruturas  e componentes para a ENEL, a empresa italiana produtora e distribuidora de eletricidade. Em 2004, funda “Numéria” uma empresa de consultoria de engenharia. Participou em diversos projetos financiados pela União Europeia e foi consultor da Comissão Europeia como especialista em engenharia sísmica. Ao longo da sua carreira profissional frequentemente têm estado envolvido como perito em diversas zonas do globo e em diversos projetos

Foi um dos membros fundadores da “ASSISi”- Sociedade Internacional  de Sistemas Antissísmicos e possui mais de 20 anos de experiência no desenvolvimento de estruturas com isolamento sísmico de base

É autor de mais de 50 artigos científicos e foi professor convidado em diversos cursos em Universidades Italianas e Europeias
Atualmente é responsável por diversos cursos no campo da Engenharia Sísmica e Isolamento de base na Universidade de Pádova

49XRu0Tb
Elena Manzoni


Engenheira Estrutural, formada pelo Politécnico de Milão-Itália
Especialista com Pós Graduação pelo Politécnico de Milão
Directora Técnica da Numéria Engineering
 

Actualmente desenviolve trabalho relacionado com diagnóstico de estruturas, projecto e supervisão de construções em edifícios históricos, especialmente em zonas sísmicas. Possui também experiência na avaliação de vulnerabilidade sísmica e danos pós-sismos. É autora de cerca de trinta publicações em conferências internacionais.

 

ps8v5nQP
Ricardo Vetturini

Riccardo Vetturini, Engenheiro Civil, especialista em projecto de estruturas, principalmente estáticas e rehabilitação de edifícios Históricos em alvenaria

Fundador da empresa Ingenium Srl

Com vasta experiência adquirida na reabilitação de edifícios existentes em particular na recuperação de diversos edifícios afetados por sismos, em especial com a experiência obtida pelas crises sísmicas que atingiram as regiões italianas de Umbria e Marche em 1997, L’Aquila em 2009, Emilia em 2012 e recentemente o centro de Itália em 2016

A experiência obtida na recuperação e reabilitação de edifícios com características monumentais através da combinação de metodologias “inovadoras” com elevado conteúdo tecnológico tais como o isolamento de base A primeira aplicação desta metodologia em edifícios de alvenaria, com o retrofiting com recurso a isolamento de base foram projetados e aplicados sob a direção de Riccardo Vetturini e sua empresa de Engenharia Ingenium SRL

xOIv4rsk
Dina D'Ayala

Professora de Engenharia Estrutural na University College London, Departamento de Engenharia Civil, Ambiental e Geomática

Chefe do departamento de Engenharia Civil e Co-directora do Centro de Interação entre pessoas e Sismos, EPICentre.

Directioa da Associação Internacional de Engenharia Sísmica

Membro Honorário do ICE

Especialista em Resiliência Estrutural com focus em diagnóstico, reforço e resiliência de edifícios existentes, estruturas, infraestruturas de transporte e património Cultural

Neste momento têm se de dedicado ao estudo da resiliência de estruturas e infraestruturas ao riscos naturais, com apoio de diversas bolsas tais como: EU FP7, INFRARISK, e oUK RC, PARNASSUS, STORMLAMP, SCOSSO, PRISMH.

Possui mais de 25 anos no apoio a agências internacionais tais como: Banco Mundial, ODA, UNDP, British Council, em países como Nepal, Jordânia, Iraque, Filipinas, etc… e na liderança de projetos interdisciplinares na resiliência a fenômenos naturais

Foi responsável pelo desenvolvimento de diretrizes para a Agência britânica para o Desenvolvimento sobre o diagnóstico e reforço de escolas e hospitais no Nepal

É a cientista chefe para o Banco Mundial no Programa Global de Escolas Seguras (GPSS) e lidera o desenvolvimento do projeto GLoSI do Banco Mundial. Ela é o membro do Conselho de Gestão do Centro Internacional de Pesquiza colaborativa sobre Mitigação de Risco de Dessas  (ICCR-DRR) na Universidade Normal de Pequim

WofVyJGO
Luís Guerreiro

Professor Associado do Instituto Superior Técnico.
Licenciado em Engenharia Civil pelo Instituto Superior Técnico (IST), em 1983; Doutor em Engenharia Civil pela Universidade Técnica de Lisboa, em 1997. 
Membro da Direcção da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica (SPES).
Membro da Ordem do Engenheiros, Especialista em Estruturas.

Autor de diversas publicações e orientador de dissertações na área da protecção sísmica de estruturas, com enfase na aplicação de sistemas de isolamento de base.
Como consultor, orientou o projecto de isolamento de base dos dois únicos edifícios existentes em Portugal com este tipo de protecção sísmica: O Hospital da Luz, em Lisboa, e um bloco do Laboratório Regional de Investigação Veterinária, na Terceira, Açores.
Tem participado em diversos projectos de protecção sísmica de pontes e viadutos, com recurso a dissipadores de energia.
A sua área de intervenção também inclui a participação em projectos de reforço de estruturas antigas em alvenaria.

HrRSATac
Aníbal Costa

Professor Catedrático da Universidade de Aveiro.
Licenciado em Engenharia Civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP); Doutor e Agregado em Engenharia Civil pela FEUP. 
Ex-Presidente da Sociedade Portuguesa de Engenharia Sísmica (SPES).
Membro dos Corpos Sociais do ICOMOS de Portugal.
Membro da Direção do CICOP-Net de Portugal.
Membro da Comissão de Infraestruturas da Diocese do Porto.

Especialista em Estruturas e Membro Conselheiro da Ordem dos Engenheiros.
Editor de 14 livros e revistas com publicação nacional e internacional, autor de 67 capítulos de livros nacionais e internacionais, 83 artigos em revistas internacionais, 41 em revistas nacionais e mais de 500 artigos em conferências nacionais e internacionais. É orientador de inúmeras teses de Doutoramento e Mestrado.
Em parceria com a Direção Regional da Cultura – Norte acompanhou as intervenções de reabilitação e reforço estrutural de vários monumentos que integram o património nacional. Tem trabalhado em vários projetos de colaboração com o tecido industrial procurando desenvolver técnicas de reparação e reforço de estruturas existentes, tendo essa colaboração originado mais de 500 relatórios técnicos. Esteve ligado a centenas de projetos de Reabilitação.

 Voltar ao início

Comunicações do Evento